Estamos Aqui!

Esse blog tem a intenção de anunciar a verdade Bíblica e anunciar as Boas-novas de Jesus até a sua volta! Até porque Jesus também chutou o balde!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

O QUE ESTÁ POR TRÁS DO HALLOWEEN?


Os americanos têm agregado a sua cultura muitos elementos e tradições que pertencem a outras culturas. Entre eles encontramos o queijo suíço, as batatas fritas, e o dia de São Patrício.
O Halloween não é a exceção a regra, mas quem sabe esta celebração seja mais perigosa que saborear umas batatas fritas.
“O saber é poder”, diz o dito popular. Milhões de pessoas participam a cada ano desta festa sem saber quais são suas verdadeiras origens e motivações. Mas, o mais alarmante ainda, é ver pessoas que assim que sabem de suas origens decidem seguir participando como se nada tivesse acontecido. Inclusive, são muitos os cristãos que arrumam suas casas e pões fantasias em seus filhos para celebrar o dia de Halloween, sem levar em conta as origens desta obscura comemoração.
Doreen Irving, foi à maior bruxa da Europa Ocidental e concubina de um alto servo de Satanás, afirmou logo que se converteu ao cristianismo, “Se os pais tivessem alguma idéia do que realmente é o Halloween, nem sequer mencionariam essa palavra na frente de seus filhos”.
Antes de sair às lojas para procurar uma fantasia de moda para você e seu filho, é importante conhecer a origem da festa mais importante dos satanistas: o Halloween.
A verdadeira História

Tudo começou trezentos anos antes de Cristo nas Ilhas Britânicas, onde habitavam os celtas. Esta comunidade era controlada por uma sociedade de sacerdotes pagãos chamada druidas, que por sua vez serviam e idolatravam Samahin o deus da morte.
No dia 31 de Outubro os druidas celebravam ao início do ano novo celta com o “festival da morte”. Eles criam que nessa noite a porta que separa o mundo dos vivos e o mundo dos mortos desaparecia e por esse motivo invocavam e convidavam os maus espíritos para se reunir, para prever o futuro e o mais importante, visitar seus antigos lugares na terra.
Os sacerdotes druidas iam de casa em casa exigindo comida, homens, virgens, e até crianças, para oferecer sacrifício ao seu deus Samahin. Se o dono da casa concordava com os seus pedidos eles iam embora tranqüilos, mas se, o dono se negasse eles jogavam uma maldição sobre a casa e algum membro da família morria nesse ano.  Daí provém o famoso “trick-or-treat”, “nos das algo o te hacemos un daño”, nos dê alguma coisa ou te causaremos um dano, atualmente conhecido como “doces ou travessura”.
Para executar sua maldição e iluminar seu caminho, os druidas levavam com eles um nabo de grande tamanho com uma chama acesa dentro dele. Este nabo tinha uma cara gravada, que representava o espírito diabólico de onde recebiam o seu poder.
Mas quando essa tradição chegou aos Estados Unidos, os nabos não eram tão abundantes e foram trocados por abóboras, que agora as crianças usam para guardar os seus doces e enfeitar suas casas com luzes expostas em seu interior.
De festa pagã a “tradição cristã”

A festa dos celtas chegou a um auge ainda maior quando o Papa Gregório estabeleceu o 01 de novembro como o “Dia de todos os santos”. Estas duas festas se fundiram rapidamente em uma, começando na noite de 31 de outubro e continuando no dia 01 de novembro. Os ingleses chamaram essa vigília de “All Halloweven” que com o passar do tempo virou Halloween. Deste modo, un turvo ritual se transformou em uma tradição cristã.
Estas práticas chegaram a América do Norte entre 1845 e 1849, devido a uma terrível escassez de batata que obrigou a milhares de irlandeses a emigrar a este país. Por volta de 1900 o Halloween já se celebrava pomposamente nos Estados Unidos.
Atualmente se considera um dia sumamente importante para o comércio, aproximando-se em vendas aos produtos que se comercializam durante o Natal ou o dia do amor e da amizade.
Quem está sendo celebrado por trás da fantasia?

Mas além dos comerciantes, quem realmente esperam ansiosamente a chegada desta festa são os bruxos, espíritas e adoradores do diabo, pois como afirma Antón Lavey, autor da “Bíblia Satânica”, Halloween é o dia mais importante dos satanistas.
No é concidência que nos Estados Unidos e outros países do mundo seja o dia em que mais crianças e gatos negros desaparecem. E ainda que não se possa provar sua relação direta de fato, é um dado que deve alertar a qualquer pai.
Cristina Kneer de Vidal, praticante do satanismo e do esoterismo por muitos anos, confessou assim que se converteu ao cristianismo que a festa de Halloween é a mais importante para os cultos demoníacos, pois além de iniciar o ano novo Satânico, “é como se celebrasse o aniversário do diabo”.
Então, por que será que tantos cristão celebram o Halloween?
Tal como declara a Bíblia, o povo padece por falta de conhecimento, e uma das armas mais poderosas de Satanás é disfarçar as coisas mais nocivas de coisas que aparentemente são inofensivas.
http://www.cbn.com/mundocristiano/Estados-Unidos/2011/October/Halloween-Rito-satanico-disfrazado-de-fiesta-infantil/

Um comentário:

  1. Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.
    É bom encontrarmos textos que fortalece a nossa fé e nos edifica. Parabéns pelo trabalho maravilhoso que desenvolve aqui é muito edificante. Os dias que vivemos são de tribulação, lutas e resfriamento na fé, e de muitas heresias onde muitos se estão alimentando, de alimento não sólido e contaminado, por isso adoecem espiritualmente, e poucos se importam com isso. Sejam os meus amigos irmãos os vasos de livramento, para mostrar o grande amor de Jesus. Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Fico feliz quando encontro alguém que escreve com amor e dedicação. Aprendemos uns com os outros crescemos na graça no amor e no conhecimento do nosso Senhor Jesus Cristo. Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo. Vou ficar muito feliz com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

    ResponderExcluir